07jun
  • Blog Image

Como aproveitar as qualidades de cada profissional de Relações Publicas

O trabalho de RP envolve uma série de atividades, entre elas o desenvolvimento de alianças estratégicas, produção de conteúdo, follow up ativo, assessoria de imprensabranded content, treinamento e palestras, endomarketing, mídias sociais, consultoria de comunicação, análise de reputação, storytelling e gestão de crise, tudo isso diariamente.

Assim como no colégio, percebemos que alguns alunos têm mais facilidades para matemático e outros para humanas, mas isso não torna um melhor que o outro. Em uma agência de RP isso não é diferente. Enquanto alguns jornalistas são melhores no operacional, dentro da agência, outros são melhores em reuniões, eventos, treinamentos e palestras.

Para dar conta de tudo o que se propõe diariamente em uma agência de Relações Publicas é necessário remanejar as atividades de acordo com a personalidade de cada jornalista. Com essa diferença de qualidades e facilidades é possível montar uma equipe unida e eficiente.

Mapeamento de perfil do Relações Publicas

As pessoas são diferentes, isso não as torna piores ou melhores que ninguém, por isso se um RP tem dificuldades em produzir conteúdos, realizar follow up ou trabalhar somente na agência, é importante que ele seja orientando para que essa atividade se torne possível. Isso pode acontecer por meio do mapeamento do perfil dele, para descobrir as habilidades do profissional, tendências de comportamento e quais as necessidades de cada pessoa. Assim, é possível lidar melhor com o profissional, atribuindo a ele atividades que certamente ele poderá desenvolver com eficácia e satisfação, trazendo resultados positivos tanto para os clientes, como para a própria equipe.

Saiba quais são as prioridades

Tem dias que parece que uma bomba vai explodir e que não será possível dar conta de todas as atividades. É preciso divulgar um cliente, trabalhar na gestão de crise de outro, atender diversas demandas e ainda seguir o planejamento, mas calma! É preciso saber qual é o passo mais urgente, por isso a primeira coisa é unir a equipe e dividir as tarefas, para que todas as ações sejam cumpridas. A equipe pode escrever todas as tarefas em um papel e dividir de acordo com as facilidades de cada profissional, para que o trabalho ocorra da melhor maneira.

Divida sua capacidade de relacionamento com sua equipe

O networking é fundamental para um profissional de Relações Públicas. Dentro de uma equipe cada profissional pode atender clientes de diferentes segmentos, como de saúde, tecnologia, indústrias, entre outros. Por meio do contato com o jornalista, enviando pautas ou follow up, o RP vai criando uma amizade com o jornalista, e quando um colega da equipe estiver trabalhando uma pauta que se encaixa no assunto, ele pode indicar o veículo e o jornalista e assim compartilhar seus contatos.

Por meio de um trabalho em equipe que valoriza o potencial de cada profissional o resultado são relações internas mais fluidas dentro da empresa. A equipe passa a atingir melhor os resultados e todos sabem do que todos são realmente capazes, favorecendo também os resultados para os clientes.

Maria Carolina Rossi

Maria Carolina Rossi

Maria Carolina Rossi é jornalista e responde pelo Relacionamento e Ativação da Digital Trix.