10maio
  • Blog Image

Por que um mailing assertivo é tão importante?

Nas redações é comum o jornalista receber diversos e-mails ou ligações sobre pautas que não estão nada relacionadas com o segmento que tratam, o que enche a caixa de entrada deles e também pode levar a um stress com o profissional de relações públicas. Isso acontece quando o assessor dispara a pauta para diversos veículos, sem antes fazer uma análise do segmento, levando em conta editoria, estado, região e tipo de veículo que pretende alcançar.

Para evitar uma divulgação sem planejamento, é preciso conhecer a fundo a empresa e o veículo que o RP está divulgando a pauta, seus valores, crenças, cultura organizacional e princípios, para depois disso fazer um follow up assertivo, visando um canal, programa e até mesmo quadro ou caderno específico, fazendo com que a mensagem seja transmitida e compreendida.

Entender como os atuais veículos de comunicação estão trabalhando as notícias é o primeiro passo para que a tentativa na hora do contato com os jornalistas seja certeira. Por meio desse contato, além de emplacar o cliente na mídia o assessor faz um bom trabalho de networking.

Existem diversas formas e mídias: revistas, jornais, portais e-books, quadrinhos, filmes, programas de TV ou rádio, artigos, blogs e muitas editorias também. Cada uma se encaixa perfeitamente dependendo do cliente. Por exemplo, se for uma empresa que trata de saúde e está divulgando um evento, o certo é pensar em segmentos relacionados a eventos, agenda, saúde, notas e serviços, tomando cuidado para não divulgar para cadernos que não estão relacionados, como é o caso de economia e política.

3 dicas para uma boa parceria entre RP e redação

Fazer um planejamento e mapeamento dos grandes veículos: O RP deve estar em contato com os jornalistas para saber sobre as próximas pautas, saber o que está previsto para os especiais dos jornais e estar por dentro do que está rolando.

Mailing Personalizado: É preciso organizar o seu próprio mailing pessoal, com jornalistas que já fechou pautas, que trabalham com os segmentos do cliente e também é preciso sondar os freelancers, que muitas vezes estão fora da redação, mas podem estar trabalhando pautas para grandes veículos.

Networking: Quando o assessor passa a fazer contato constante com os jornalistas ele cria um ciclo de amizade profissional, que deve cultivar diariamente a fim de ser lembrado quando o jornalista precisar de um especialista ou tiver interesse em uma pauta sobre o assunto que o cliente trata. Esse contato deve ser cultivado para gerar oportunidades de parcerias.