25out
  • Blog Image

Ainda há espaço para as mídias tradicionais?

Atingir o público alvo com campanhas bem sucedidas é o grande desejo das marcas e agências. O fortalecimento das mídias digitais levantou uma série de questionamentos se a mídia tradicional ainda seria tão efetiva como era há apenas uma década.

Indo contra o senso comum, o Brasil ainda está entre os países que mais passam tempo em frente à televisão – cerca de 20 horas semanais, de acordo com a Motorolla Mobility. A maior diferença é a atenção direcionada a esse hábito. Segundo essa mesma pesquisa, a maioria das pessoas assiste a esse veículo utilizando o aparelho celular ou fazendo outra atividade. Isso significa que as mídias digitais superaram as tradicionais? Definitivamente não.

As mídias estão passando por uma grande transformação e a grande aposta é que aos poucos tudo se conecte através da tecnologia. As grandes empresas digitais estão migrando para o meio tradicional e vemos o mesmo acontecendo com empresas tradicionais que estão tomando o meio digital de maneira inovadora também.

Cada meio possui uma linguagem, objetivos, conteúdos específicos e até mesmo suas próprias limitações. Quando utilizamos tudo isso de maneira estratégia, não há espaço para conflito e sim uma nova forma de atingir os resultados desejados.  Pensar em campanhas on e off de maneiras separadas pode ser um grande erro para quem busca atingir os dois meios. Para uma comunicação ser realmente assertiva, não deve ter como foco a plataforma, mas sim as necessidades do consumidor.

Priscila Farias

Priscila Farias

É jornalista e integrante da equipe de Mídias Digitais da Digital Trix.